A- A A+

Tráfico de Pessoas: O ser humano está à venda?

"Tráfico de Pessoas: O ser humano está à venda?" - Editorial da Resenha nº 95 - 2º trimestre de 2014 - Roberto Marinucci

Conforme recentes estimativas, cerca de trinta milhões de pessoas no mundo são vítimas de tráfico humano. Trata-se de homens, mulheres, crianças e adolescentes submetidos a trabalho forçado, exploração sexual, adoção ilegal, remoção de órgãos ou outra forma de atividade compulsória (por exemplo, mendicância ou matrimônio forçado). Esses seres humanos são tratados como objetos, reduzidos a mera mercadoria ou instrumentos de produção, encobrindo assim sua subjetividade, seus diretos e sua dignidade de ser humano.

O tráfico humano não é uma peculiaridade da época contemporânea. A história do Brasil e da humanidade nos ensina que sempre houve pessoas traficadas ou escravizadas. No entanto, se no passado a legitimação da escravidão estava relacionada com fatores bélicos (prisioneiros de guerra), étnicos, raciais, sexistas ou econômicos (escravos por dívida), na atualidade, após a Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) da ONU (“Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos”, “Ninguém será mantido em escravidão ou servidão, a escravidão e o tráfico de escravos serão proibidos em todas as suas formas”), como justificar a comercialização de seres humanos?

Clique aqui para ler o artigo completo.

Clique aqui para acessar a Resenha completa.

NOTÍCIAS

Cadernetas de Saúde para refugiados são lançadas no Rio de Janeiro

COMPARTILHE

 Os refugiados e solicitantes de refúgio que vivem na cidade do Rio de Janeiro ganharam mais uma ferramenta para acessar plenamente os serviços do sistema de saúde pública municipal.

Leia mais...

Africa: l’esternalizzazione delle frontiere europee inizia dai visti

COMPARTILHE

Dall’Algeria al Sudafrica, oggi entrare nello spazio europeo in modo regolare per una vacanza o per motivi di lavoro temporaneo è diventato una vera e propria corsa ad ostacoli per i richiedenti di visto, ormai esasperati da procedure informatiche esternalizzate a società private. Lo rivela lo scandalo di TLScontact, su cui si appoggiano alcune ambasciate europee ad Algeri.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook