A- A A+

O Compromisso das religiões junto aos migrantes

"O Compromisso das religiões junto aos migrantes” - Resenha 108 - 3° trimestre de 2017 - Roberto Marinucci

 Numerosas religiões consideram a acolhida do migrante um elemento constitutivo dos próprios sistemas de crenças e uma prática privilegiada de experiência do sagrado. Aliás, não são poucas as lideranças religiosas que, historicamente, passaram por alguma forma de deslocamento, voluntário ou forçado. Basta pensar na migração de Abraão em busca da terra prometida ou no êxodo de Moisés; na fuga de Jesus de Nazaré e sua família para o Egito devido à perseguição de Herodes; no deslocamento forçado de Maomé e sua comunidade para Medina; ou, mais recentemente, no exílio do Dalai Lama.

Clique aqui para ler o artigo completo

Clique aqui para acessar a resenha completa

 

NOTÍCIAS

Italy still isolated in shouldering migration crisis after G7

COMPARTILHE

Italy chose to host a Group of Seven summit of wealthy nations on a hilltop overlooking the Mediterranean, looking to draw attention to the migrant crisis that has seen hundreds of thousands of people set sail from Africa in search of a better life in Europe.

Leia mais...

UN Member States appraise Global Action Plan to combat human trafficking

COMPARTILHE

Top United Nations officials are today urging the UN General Assembly to fully implement key anti-human trafficking treaties and to cooperate more closely to counter the estimated $32 billion industry which has trapped some 2.4 million people into forced labour and domestic servitude, sexual work and as child soldiers.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook