A- A A+

CSEM e MIGRANTES pesquisam sobre migrações na Itália

O dinamismo e a variedade que a mobilidade humana alcança nas diversas localidades ocasiona novos desafios . Em especial a Itália, uma das portas de entrada para a Europa , é um dos maiores receptores de migrantes do mundo, com 8,2% de imigrantes sobre o total da populaçao do paìs, acolheu 118.000 refugiados no ano de 2015, segundo dados do ACNUR.
A partir de tal ralidade, o CSEM, em parceria com MIGRANTES, instituição ligada à Conferência Episcopal Italiana, captaram a necessidade de fazer um estudo para investigar os desafios que a migração coloca à Igreja naquele contexto. Dessa forma, busca aprofundar a reflexão sobre o impacto da migração no contexto eclesial local e sobre os principais desafios e oportunidades para a pastoral.
A pesquisa intitulada "a mobilidade humana no contexto eclesial italiano: desafios e oportunidades" terá a duração de oito meses e será coordenada pela pesquisadora do CSEM Carmem Lussi.

NOTÍCIAS

Renewed fighting in northern Mali forces 57,000 to flee their homes

COMPARTILHE

 The UN refugee agency, citing government figures, on Friday said renewed fighting between armed groups in the Gao, Mopti and Timbuktu areas of northern Mali in the past four weeks has led to some 57,000 people fleeing their homes.

Leia mais...

Syrian and Lebanese Christian migrant wave expected after attacks

COMPARTILHE

The recent deadly attacks on residents in the Beirut and Damascus Christian districts have sparked a warning by a Maronite Christian bishop of a massive wave of Christian refugees heading for Europe and the US.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook