A- A A+

Perspectivas sobre a igreja italiana e migrações

A migração como desafio e como oportunidade foi uma das principais chaves de leitura da relação entre igreja italiana e migrações feita pelos participantes dos 5 seminários realizados pelo CSEM na última semana, em três dioceses italianas de Trento, Como e Messina, culminados nesta segunda-feira, dia 27 de fevereiro, com um Seminário conclusivo, em Piacenza.

Os eventos marcam a conclusão da pesquisa que o CSEM está realizando sobre o impacto das migrações internacionais na Igreja italiana, em parceria com a Fundação Migrantes e a Província Italiana das Irmãs Scalabrinianas.

Sem título4

Depois do Seminário em Trento, dia 21, nos dias 22 e 23 o evento foi na diocese de Como com duas edições, uma em Morbegno e outra na cidade de Como, sobre os desafios da imigração no contexto eclesial italiano. A diocese se localiza próxima à fronteira da Suíça, no norte da Itália. É uma diocese com número expressivo de migrantes, pois está na rota de migração dos fluxos que chegam por novos canais, especialmente pelo mediterrâneo.

A Igreja em Como está comprometida e atuando em parceria com órgãos públicos no atendimento aos migrantes, com particular preocupação pelas crianças e adolescentes desacompanhados que ali chegam. Estes eventos contaram com uma apresentação da análise de como o jornal diocesano Il Settimanale tratou as migrações no último ano através de um estudo realizado pelo jornalista Michele Luppi. Os eventos contaram com parceria da Migrantes (Pastoral migratória) da Diocese de Como e com a Cáritas diocesana, especialmente pela Equipe que atua na Valtellina.

O evento em Messina ocorreu no dia 25. A cidade se localiza em região litorânea, no sul da Itália, onde embarcações de migrantes interceptadas no mar acabam por desembarcar sistematicamente. A ampla participação da diocese foi possível graças à colaboração da Pastoral do Migrante, com Santino Tornesi e sua Equipe.

Sem título2

Em Piacenza o encontro de estudo, com o objetivo de aprofundar os temas emersos na pesquisa, contou com representantes das dioceses interessadas, migrantes, especialistas em migração, entre as quais ressaltamos a presença das Irmãs Scalabrinianas que atuam em diversas cidades italianas e os organizadores, com destaque para Mons. Perego da Fundação Migrantes (segundo da esquerda para a direita), a Superiora Provincial da Província da Europa, Ir. Milva Caro (à direita), membro do Governo Geral da Congregação MSCS, Ir. Albertina, além dos pesquisadores do CSEM, o Prof. Roberto Marinucci (à esquerda) e Dra. Carmem Lussi (terceira, da esquerda para a direita).

O Estudo está sendo realizado pelo CSEM, em parceria com a Fundação Migrantes da conferência Episcopal italiana e o apoio da Provincia Européia das Irmãs Scalabrinianas e apresentará os resultados até o final de maio, para sucessiva publicação. As atividades de campo foram concluídas em janeiro com 115 pessoas entrevistadas, das quais 34 imigrantes, de 21 países diferentes. Uma equipe interdisciplinar de especialistas, coordenada pela Dra. Carmem Lussi, pesquisadora do CSEM, estão trabalhando na análise e sistematização dos resultados.

Sem título1

A reflexão sobre os resultados da pesquisa mostra mais uma vez o quanto as migrações são uma oportunidade para a igreja italiana e para pensar sobre a vida cristã das comunidades. Por outro lado, o percurso do estudo chama atenção ao fato de que as migrações para a Itália não se reduzem ao fluxo mais intenso dos últimos anos e nem à população em situação de risco que pede proteção. Há décadas os fluxos para a Itália vêm enriquecendo em muitos sentidos o território nacional e também a Igreja italiana.

NOTÍCIAS

London Pop-Up Restaurant Gives Women Refugees and Migrants Hope and a Job

COMPARTILHE

 European countries are facing a number of challenges with the influx of refugees and migrants, but one pop-up restaurant in London says it has found an innovative solution by providing job opportunities for women, hoping their model could be replicated across Europe.

Leia mais...

Rwanda: Refugees in Initiatives to Improve Welfare

COMPARTILHE

 Women Refugees in Kigeme and Gihembe camps who were previously labelled as victims, vulnerable or displaced have been able to take the initiative to improve protection and the wellbeing of their communities.

Leia mais...
REDES SOCIAIS

Conheça nossos canais dentro das redes sociais, participe, interaja, queremos ouvir você.

facebook  twitter

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook