A- A A+

Violência ameaça diversidade no Iraque, diz ONU

Bagdá - AFP - A violência no Iraque durante a ofensiva lançada por insurgentes sunitas obrigou cerca de 600.000 pessoas a fugir de suas casas e ameaça a "diversidade" da sociedade iraquiana, advertiu nesta quarta-feira o chefe do Acnur.

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur), Antonio Guterres, disse a repórteres em Bagdá que esse deslocamento populacional é alarmante, pois pode levar a uma "homogeneização dos territórios", com as comunidades "xiitas e sunitas vivendo separadamente".

Em 9 de junho, uma coalizão de insurgentes sunitas liderada pelo grupo ultrarradical Estado Islâmico lançou uma ofensiva relâmpago durante a qual tomaram grandes áreas no norte, centro e oeste do país.

Populações xiitas fugiram em massa dos territórios conquistados pelos insurgentes e agora temem nunca mais poder retornar à sua cidade ou aldeia de origem.

Ao mesmo tempo, muitos sunitas que vivem em áreas mistas se agruparam por medo das milícias que apoiam o governo dominado pelos xiitas.

Este processo leva à formação de bairros e cidades etnicamente homogêneos, o que já vinha acontecendo há vários anos, mas que ganhou uma escala maior com o início da ofensiva.

Para Guterres, esta tendência também deve colocar as minorias iraquianas - cristãs, turcomanas, yazidis e chabaks - em uma situação difícil.

"A preservação da diversidade é uma ferramenta extremamente importante para a paz, para o futuro e para a reconstrução do país", ressaltou.

De acordo com a ONU, 600 mil pessoas foram deslocadas desde a tomada de Mossul, segunda maior cidade do Iraque, pelos insurgentes.

Cerca de 500.000 pessoas já haviam fugido da violência que assola desde janeiro a província de Al-Anbar.

O número de desalojados chega a 2 milhões de pessoas no Iraque, incluindo um milhão que já haviam deixado suas casas durante as fases anteriores de violência.

Fonte: Exame - 16.07.2014

COMPARTILHE
NOTÍCIAS

Ethnic riots in Calais as Albanian gangs charge African migrants for access to port area

COMPARTILHE

 More than 51 east African migrants desperate to reach the “El Dorado” of the UK were injured in ethnic clashes early today in Calais over access to lorry parks, in the second night of rioting near the ferry terminal.

Leia mais...

Así es como los inmigrantes (con y sin papeles) son esclavizados hoy en EEUU

COMPARTILHE

La organización Polaris, que documenta la esclavitud moderna, advierte de casos de abusos en sectores como la limpieza, la construcción, los restaurantes y la agricultura, tanto con indocumentados como con portadores de visas legales. Suelen ser víctimas de tráfico humano para llegar a Estados Unidos.

Leia mais...
BIBLIOTECA

biblioteca

O CSEM possui uma biblioteca especializada em migrações abrangendo em seu acervo aproximadamente 3 mil livros, periódicos e revistas científicas de vários países. 

Para consultar nossa biblioteca online visite o site da biblioteca e pesquise em nosso acervo.Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h


Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook