A- A A+

Peruanos em condições análogas às de escravo são libertados pela polícia em SP

Grupo morava em apartamento onde funciona fábrica de confecção de bolsas e mochilas. Denunciante relatou trabalhar das 3h às 22h no local.

A polícia libertou nesta sexta-feira (27) seis peruanos que eram submetidos a condições de trabalho análogas à escravidão na rua São Caetano, na região da Luz, segundo informou o SP2. Eles viviam em um apartamento onde funciona uma oficina de confecção de bolsas e mochilas.

De acordo com o SP2, o casal dono do apartamento é peruano e também mora no local.
A denúncia chegou à polícia nesta tarde. O denunciante informou que trabalhava das 3h às 22h. No local, também trabalhava e vivia uma mulher grávida, que vive em um dos quartos com o marido. Eles dormiam em beliches.

Um dos imigrante é sobrinho dos proprietários do apartamento e trabalhava sem carteira assinada.
Segundo o delegado que esteve no local, Júlio César dos Santos, as condições encontradas no apartamento são criminosas. "O lugar é sujo, é apertado. É possível afirmar que se trata de algo reprovável, muito assemelhado à situação do escravo", disse.

A polícia ainda vai fazer uma perícia no local. O trabalho escravo é um crime federal com pena prevista de até dois anos de prisão.

Na última terça-feira (24), a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu a portaria do governo que dificulta a fiscalização do trabalho escravo. A portaria estabelecia que o trabalho só pode ser considerado escravo quando for constatada "a submissão a trabalho exigido sob ameaça de punição, com uso de coação, realizado de maneira involuntária".

Fonte: g1.globo.com

COMPARTILHE
NOTÍCIAS

Nordic societies more open to immigration

COMPARTILHE

The broadly-based European Social Survey indicates that the Finns, and people in the other Nordic countries, have a more positive attitude in general toward immigration and immigrants than in most parts of Europe.

Leia mais...

Declaración de CICOPA sobre los migrantes y los refugiados

COMPARTILHE

 La organización sectorial de la Alianza de las cooperativas industriales y de servicios emitió una declaración en la que expresa su compromiso en la lucha por un acceso igualitario a los servicios y a las oportunidades laborales proporcionadas por las cooperativas, ante lo que califica como la crisis migratoria y humanitaria más grave desde la Segunda Guerra Mundial.

Leia mais...
BIBLIOTECA

biblioteca

O CSEM possui uma biblioteca especializada em migrações abrangendo em seu acervo aproximadamente 3 mil livros, periódicos e revistas científicas de vários países. 

Para consultar nossa biblioteca online visite o site da biblioteca e pesquise em nosso acervo.Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h


Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook