A- A A+

ONU pede adoção de "políticas corretas" para evitar estereótipos a migrantes

Em entrevista à ONU News, representante especial do chefe da ONU, Louise Arbour, considera importante "mudar a narrativa" sobre migrantes, muitas vezes "baseada em estereótipos e má percepção".

A representante especial do secretário-geral para Migração Internacional, Louise Arbour, considerou importante a adoção de "políticas públicas corretas" sobre a migração. Segundo ela, este passo pode ajudar a evitar estereótipos que levem à vulnerabilidade dos migrantes nos países de acolhimento.

Falando à ONU News, sobre o Dia Internacional do Migrante, Arbour disse que atualmente não há um perfil único para definir o migrante e defendeu mudanças.

Receitas

Segundo a representante especial, "é preciso mudar a narrativa antiga para encorajar os decisores políticos a tomarem medidas corretas em relação a todos os beneficiários: a comunidade de acolhimento, os próprios migrantes e os países em desenvolvimento para onde parte dos salários são enviados, o que representa uma importante fonte de receita para os países em desenvolvimento".

A responsável destacou as contribuições fundamentais dos migrantes para as economias de países de origem.

O Banco Mundial estima que em 2017 os migrantes enviaram a casa remessas no valor de US$ 596 bilhões. Deste total, cerca de 75%, ou US$ 450 bilhões, foram destinados a países em desenvolvimento.

Mulheres

De acordo com Arbour, 48% dos 258 milhões de migrantes que atualmente existem no mundo são mulheres que, muitas vezes, trabalham em "condições terríveis e enfrentam casos de abusos e discriminação".

A responsável diz que "as políticas devem ser feitas com base na realidade, na verdade e não em estereótipos e más percepções, até porque, normalmente, os migrantes ocupam postos que não são suficientemente atrativos para trabalhadores locais".

Nos seus compromissos da Agenda de 2030, a ONU quer que os direitos dos migrantes sejam respeitados e políticas de migração implementadas.

Fonte: www.unmultimedia.org

COMPARTILHE
NOTÍCIAS

Denuncian casos de abuso sexual en centros de detención de migrantes

COMPARTILHE

Un grupo civil conformado por abogados ingresó esta semana una denuncia para exigir una investigación federal en torno a las más de mil quejas de abuso sexual contra inmigrantes, registradas entre 2014 y 2016, en centros de detención en Estados Unidos.

Leia mais...

Vítimas de tráfico humano aumentam nos dois últimos anos

COMPARTILHE

 Levantamento do GLOBO nos 16 Núcleos de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (NETP), do Ministério da Justiça, aponta aumento de 8% de vítimas deste crime entre 2015 e 2016: pulou de 740 para 797 pessoas. Esses centros agem na prevenção ao crime e na assistência aos envolvidos.

Leia mais...
BIBLIOTECA

biblioteca

O CSEM possui uma biblioteca especializada em migrações abrangendo em seu acervo aproximadamente 3 mil livros, periódicos e revistas científicas de vários países. 

Para consultar nossa biblioteca online visite o site da biblioteca e pesquise em nosso acervo.Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h


Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook