A- A A+

REMHU 52: Direito à cidade

Acaba de ser publicado o n. 52 da REMHU, Revista Interdisciplinar da Mobilidade Humana com um dossiê sobre o tema: "Direito à cidade: segregação e lutas pela cidadania". Todos os artigos estão disponíveis no site SciELO Brasil (www.scielo.br/remhu).

Confira abaixo o sumário:

Editorial

Direito à cidade de migrantes e refugiados - Roberto Marinucci

Artigos

Accogliere famiglie con bambini disabili in contesti migratori. Scenari inclusivi a Bologna - Emanuela Bini

Percepções de brasileiros acerca do processo de adaptação cultural ao Japão - Jesselyn Nayara Tashima, Cláudio Vaz Torres

Confrontando el discurso dominante: las remesas bajo el prisma de la experiencia mexicana - Raúl Delgado Wise, Selene Gaspar Olvera

Relatos e Reflexões

Strategie di mediazione nel processo di integrazione tra immigrati e chiesa locale. Esperienza di pastorale giovanile interculturale in contesto Tedesco - Milva Caro

Resenhas, Teses e Dissertações

Brasileiros nos Estados Unidos – Meio século (re)fazendo a América (1960 – 2010) - Alanni de Lacerda Barbosa de Castro, Alvaro Eduardo de Castro Lima

Errata

 

REMHU 52 v2

NOTÍCIAS

Ancora un anno record di immigrazione in Germania, "ci servono lavoratori"

COMPARTILHE

Mai così tanti ingressi da oltre vent'anni, l'economia in crescita attira gli stranieri. Gli industriali: "Serve manodopera qualificata per contrastare il calo demografico"

Leia mais...

Bruselas pide más protección a los menores inmigrantes solos

COMPARTILHE

Italia, Francia, Grecia, España y Alemania son los países de la Unión Europea (UE) que más menores extranjeros no acompañados reciben. El perfil de estos suele ser un varón de 16 o 17 años, procedentes deAfganistán, Somalia o Guinea y que huye de la guerra y la pobreza.
Leia mais...

Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios - CSEM
SRTV/N Edificio Brasília Radio Center
Conj. P - Qd. 702 - Sobrelojas 01/02
CEP: 70719-900 - Brasília - DF / Brasil
Tel/Fax: +55 (61) 3327 0669
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

twitter   facebook